Contraste
  • Aumentar fonte
  • A+
  • Diminuir fonte
    A-

    Lagos – Portugal

    Estivemos em Lagos apenas uma vez e foi bem corrido. Fizemos este passeio no dia 2 de março de 2018, sexta-feira. Além de Lagos, neste dia, nós passamos em Sagres, Portimão e Albufeira. Este post é apenas de Lagos e faz parte do roteiro “Portugal – Diário 2″ e do post ” Lagos, Sagres, Portimão e Albufeira – Portugal (Diário 2)”.

    A distância aproximada de Lisboa para Lagos é de 300 Km e de Faro para Lagos é de 90 Km – é possível fazer um bate e volta.

    Nossas férias de fevereiro de 2018 começaram por Barcelona – Espanha, em seguida Porto, Coimbra e Faro – Portugal, Sevilha – Espanha e finalizamos em Lisboa – Portugal. 

    Estávamos hospedados em Faro (região do Algarve em Portugal) e fizermos um bate e volta em Lagos, Sagres, Portimão e Albufeira, também na região do Algarve. 

    Fomos de carro em uma viagem bem tranquila. Estrada excelente, pista dupla, com pedágio, bem sinalizada.

    Por curiosidade consultei na Web sugestões de quantos dias ficar em Lagos – a maioria sugere pelo menos dois dias para conhecer o principal. Nós tínhamos apenas umas duas horas, ou seja, foi apenas para ter uma amostra.

    A cidade estava bem vazia, pois era inverno e o tempo estava instável, saía o sol, mas o tempo fechava rapidamente, alternado esta situação.

    Foi a cidade com as praias mais bonitas que visitamos no Algarve. De Faro fomos direto para a Praia de Dona Ana – (são apenas 90 km). Em seguida, a Praia do Camilo (comentários excelentes no Tripadvisor ) e depois Ponta da Piedade. Não conhecemos a cidade, a intenção era apenas conhecer as praias, que estão concentradas em uma extensão de 2 Km, desta forma, gastamos pouquíssimo tempo no deslocamento.

    Vista do alto da Praia do Camilo

    Praia de Dona Ana

    O nome da praia foi dado em homenagem à freira Ana, que vivia no convento das freiras de Lagos. Durante a 1ª Guerra Mundial, os soldados invadiram o convento e assassinaram todas as freiras, à exceção de Dona Ana, que conhecia o acesso a um túnel entre o convento e a praia, por onde ela fugiu, sendo a única sobrevivente.

    Em 2018 a Praia de Dona Ana foi eleita a 2ª melhor Praia Portuguesa pelo TripAdvisor.

    Praia do Camilo

    O acesso às Praias do Camilo e de Dona Ana é feito por escadas de madeira. Assim sendo, quem tem problemas de locomoção, só conseguirá curtir o visual de cima.

    Escadas da Praia de Dona Ana
    Escadas da Praia do Camilo

    Ponta da Piedade

    Na Ponta da Piedade, além de apreciar a belíssima paisagem, você também pode fazer um passeio de barco – nós não fizemos.

    Passeio de barco

    Para se chegar mais perto do nível do mar,  o acesso é por escadas de alvenaria.

    Escadas da Ponta da Piedade
    Final da escada na Ponta da Piedade

    Nela também está localizado o Farol da Ponta da Piedade de 1913, com seus 51 metros de altura.

    Farol Ponta da Piedade
    Farol Ponta da Piedade

    Próximo das praias que visitamos estão também as Praias do Estudante, do Batata e do Pinhão.

    Esta região é conhecida como Costa D’Oiro, devido a cor amarelada das falésias.

    A paisagem das praias vista de cima é maravilhosa, mas vista da própria praia também é. 

    Próximo às praias há estacionamentos, que no inverno ficam vazios, mas imagino que no verão sejam muito concorridos. 

    Visitamos os 3 pontos de interesse em 2 horas, o que acabou deixando a gente um pouco frustrado diante de tão pouco tempo para tanta beleza. Apesar da Praia de Dona Ana ser reconhecida como uma das mais bonitas do mundo, eu diria que a Praia do Camilo não fica atrás e que a Ponta da Piedade tem um visual mais bonito ainda, de emocionar, apesar da praia ser bem pequena.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Ultimas Postagens

    ver todas

      Roteiro de Bike – Passadiço Ribeirinho de Loures – Lisboa (Portugal)

      Passadiço Ribeirinho de Loures O Passadiço Ribeirinho de Loures é uma passarela de madeira, do tipo palafita, às margens do Rio Tejo, sobre uma zona de sapais e lodaçais, destinada a pedestres e bicicletas, com de 6,15 km de extensão. Começa em Bobadela, na Ponte Ciclo pedonal do Rio Trancão (a 1,5 km da Ponte Vasco da […]

        Brasília na Trilha – 10 anos

        Diário de viagem Há dez anos surgia a inspiração para a criação do blog Brasília na Trilha. A ideia nasceu quando estávamos a caminho de Diamantina – MG, para uma aventura em veículo 4×4, com minha esposa e nossos filhos, além de outros amigos também em carros 4×4. Pensamos em registrar esta e outras viagens […]

          Diamantina – MG

          Brasília na Trilha – 10 anos Diário de viagem Há dez anos surgia a inspiração para a criação do blog Brasília na Trilha. A ideia nasceu quando estávamos a caminho de Diamantina – MG, para uma aventura em veículo 4×4, com minha esposa e nossos filhos, além de outros amigos também em carros 4×4. Pensamos […]

            Caminhada Costeira Coogee a Bondi – Sydney (Austrália)

            Coastal Walkway (caminhada costeira) é o percurso realizado a pé pela costa leste australiana entre as praias de Coogee e a badalada Bondi ou vice-versa (links de posts do Brasília na Trilha). O trecho de uma praia à outra é de 6 km, simplesmente fantástico, imperdível. Gastamos 3 horas para percorrer todo o percurso, parando […]

              Bondi Beach – Sydney (Austrália)

              Bondi (originalmente Boondi, pronuncia-se “Bon-dai”) dá nome ao bairro e à praia, uma das mais badaladas da região metropolitana de Sydney, localizada a apenas 7 km da área central da cidade. Bondi, North Bondi e Bondi Junction têm menos de 12 mil habitantes e formam um dos maiores centros comerciais e residenciais de Sydney. Há […]

                Coogee Beach – Sydney (Austrália)

                Coogee Beach foi a terceira e última praia de Sydney que conhecemos, em nosso quarto dia de Sydney (5 de setembro de 2023). Era inverno, mas o dia estava ensolarado, ótimo para caminhar pela praia, pela calçada da orla e para percorrer a costa entre Coogee e Bondi. Estava ventando menos e foi possível ficar […]