Contraste
  • Aumentar fonte
  • A+
  • Diminuir fonte
    A-

    Avenida da Liberdade – Lisboa

    A Avenida da Liberdade, com seus 1,1 km, é uma das principais avenidas de Lisboa. Ela liga a Praça Marquês de Pombal à Praça dos Restauradores. Ela está inserida na Freguesia de Santo Antônio.

    Início da Avenida da Liberdade na Praça Marquês de Pombal

    A origem da Avenida da Liberdade é de 1764. Em 1830 e em 1840, sofreu várias alterações, mas somente entre 1879 e 1886, ganhou a forma dos boulevards de Paris. A sua criação foi um marco na expansão da cidade para o norte, tornando-se rapidamente uma referência para as classes mais altas, o que é bastante perceptível pela arquitetura dos edifícios e pelo comércio local.

    Observando desprentenciosamente a Avenida da Liberdade podemos achar que é apenas mais uma avenida ligando duas praças (Marquês e Restauradores), mas passando por ela e observando com calma cada detalhe pode-se concluir que ela é realmente diferenciada.

    Já passamos por lá algumas dezenas de vezes, a pé, de bicicleta e de carro, mas somente a pé é possível observar tudo. A avenida é bem larga, com calçadas também largas e uma rua secundária paralela à principal de cada lado das calçadas.

    Sempre que alguém vai à Lisboa e me pergunta o que conhecer lá, eu sugiro o roteiro, entre outros, que passa pela Avenida da Liberdade. Este roteiro é para quem gosta de caminhar, pois tem 3,5 km: comece pelo Jardim Amália Rodrigues e pelo Miradouro do Parque Eduardo VII; a seguir, desça em direção ao Rio Tejo, passando pelo Parque Eduardo VII (se der tempo, visite a Estufa Fria, que é fantástica), pela Praça Marquês de Pombal, pela Avenida da Liberdade, pela Praça dos Restauradores, pela Praça do Rossio (desvie alguns metros para o Largo de São Domingos); siga pela Rua Augusta, passe pelo Arco da Augusta, pela Praça do Comércio e finalmente chegará ao Cais das Colunas, já no Rio Tejo. Nesse caminho tem muitas atrações para conhecer dos dois lados da rua – lojas, museus, cinema, restaurantes, teatro. Certamente, vai escolher um dos lados da avenida para descer. Sugiro, se tiver outra oportunidade, descer pela calçada contrária também.

    Para quem quer apenas passear pela avenida e quer usar o metrô, tem três estações: Marquês de Pombal (no início), Restauradores (no final) e, no meio, a Estação Avenida.

    A avenida da Liberdade é ainda o palco principal dos desfiles tradicionais das festas da cidade e das manifestações públicas.

    O trânsito para veículos na avenida aos domingos é proibido.

    O que observar:

    Na Avenida da Liberdade existem vários monumentos, estátuas de escritores e outras personalidades, canteiros floridos, fontes, árvores frondosas, lojas de marcas de luxo de moda, jóias e relojoaria, edifícios históricos, edifícios com parte antiga e parte nova, rooftops, hotéis, teatro, cinema, restaurantes e muito mais:

    Estátua de Manuel Pinheiro Chagas e da personagem Morgadinha de Val-Flor
    Estátua de Simón Bolivar
    Estátua de Oliveira Martins
    Estátua de Alexandre Herculano
    Estátua de Almeida Garret
    Escultura Sou com tu
    Monumento aos Mortos da Grande Guerra
    Monumento aos Mortos da Grande Guerra
    Monumento aos Mortos da Grande Guerra
    Teatro Tivoli
    Vinema São Jorge

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Ultimas Postagens

    ver todas

      Roteiro de Bike – Passadiço Ribeirinho de Loures – Lisboa (Portugal)

      Passadiço Ribeirinho de Loures O Passadiço Ribeirinho de Loures é uma passarela de madeira, do tipo palafita, às margens do Rio Tejo, sobre uma zona de sapais e lodaçais, destinada a pedestres e bicicletas, com de 6,15 km de extensão. Começa em Bobadela, na Ponte Ciclo pedonal do Rio Trancão (a 1,5 km da Ponte Vasco da […]

        Brasília na Trilha – 10 anos

        Diário de viagem Há dez anos surgia a inspiração para a criação do blog Brasília na Trilha. A ideia nasceu quando estávamos a caminho de Diamantina – MG, para uma aventura em veículo 4×4, com minha esposa e nossos filhos, além de outros amigos também em carros 4×4. Pensamos em registrar esta e outras viagens […]

          Diamantina – MG

          Brasília na Trilha – 10 anos Diário de viagem Há dez anos surgia a inspiração para a criação do blog Brasília na Trilha. A ideia nasceu quando estávamos a caminho de Diamantina – MG, para uma aventura em veículo 4×4, com minha esposa e nossos filhos, além de outros amigos também em carros 4×4. Pensamos […]

            Caminhada Costeira Coogee a Bondi – Sydney (Austrália)

            Coastal Walkway (caminhada costeira) é o percurso realizado a pé pela costa leste australiana entre as praias de Coogee e a badalada Bondi ou vice-versa (links de posts do Brasília na Trilha). O trecho de uma praia à outra é de 6 km, simplesmente fantástico, imperdível. Gastamos 3 horas para percorrer todo o percurso, parando […]

              Bondi Beach – Sydney (Austrália)

              Bondi (originalmente Boondi, pronuncia-se “Bon-dai”) dá nome ao bairro e à praia, uma das mais badaladas da região metropolitana de Sydney, localizada a apenas 7 km da área central da cidade. Bondi, North Bondi e Bondi Junction têm menos de 12 mil habitantes e formam um dos maiores centros comerciais e residenciais de Sydney. Há […]

                Coogee Beach – Sydney (Austrália)

                Coogee Beach foi a terceira e última praia de Sydney que conhecemos, em nosso quarto dia de Sydney (5 de setembro de 2023). Era inverno, mas o dia estava ensolarado, ótimo para caminhar pela praia, pela calçada da orla e para percorrer a costa entre Coogee e Bondi. Estava ventando menos e foi possível ficar […]