Contraste
  • Aumentar fonte
  • A+
  • Diminuir fonte
    A-

    Sagres – Portugal

    Estivemos em Sagres apenas uma vez e foi bem corrido. Fizemos este passeio no dia 2 de março de 2018, sexta-feira. Além de Sagres, neste dia, nós passamos em Lagos, Portimão e Albufeira. Este post é apenas de Sagres e faz parte do roteiro “Portugal – Diário 2″ e do post ” Lagos, Sagres, Portimão e Albufeira – Portugal (Diário 2)”.

    A distância aproximada de Lisboa para Sagres é de 330 Km e de Faro para Sagres é de 115 Km – é possível fazer um bate e volta.

    Nossas férias de fevereiro de 2018 começaram por Barcelona – Espanha, em seguida Porto, Coimbra, Faro, Lagos, Sagres, Portimão e Albufeira – Portugal, Sevilha – Espanha e finalizamos em Lisboa – Portugal. 

    Estávamos hospedados em Faro (região do Algarve em Portugal) e fizermos um bate e volta em Lagos, Sagres, Portimão e Albufeira, também na região do Algarve. 

    Fomos de carro em uma viagem bem tranquila. Estrada excelente, pista dupla, com pedágio, bem sinalizada.

    Por curiosidade consultei na Web sugestões de quantos dias ficar em Sagres – a maioria sugere pelo menos dois dias para conhecer o principal. Nós tínhamos apenas umas três horas, ou seja, foi apenas para ter uma amostra.

    A cidade estava bem vazia, pois era inverno e o tempo estava instável, saía o sol, mas o tempo fechava rapidamente, alternado esta situação.

    Chegando em Sagres fomos direto para Praia do Beliche. Em seguida, o Cabo de São Vicente e, depois, almoço no Restaurante A Grelha (parece que no local abriram um Restaurante Indiano) . De lá, seguimos para a Fortaleza de Sagres. Os  locais que passamos estão concentrados em uma extensão de 11 Km, desta forma, gastamos pouco tempo no deslocamento.

    Praia do Beliche

    A Praia do Beliche (comentários do Tripadvisor), também é bonita e, assim como as que visitamos em Lagos, tem uma longa escada de alvenaria para chegar até a areia, dificultando o acesso para quem tem problemas de mobilidade. A infraestrutura é boa, tem um pequeno bar no canto da praia e estacionamento (não é tão grande, mas acho que até no verão deva ser suficiente). Tem uma placa de advertência na praia informando para não ficar próximo das falésias, pois existe risco de desmoronamento. 

    Cabo de São Vicente

    O  Cabo de São Vicente é o ponto mais a sudoeste da Europa – o local me lembrou muito o Cabo da Roca, ponto mais Ocidental da Europa, também em Portugal (próximo de Sintra), não só pela localização, mas também pela beleza. 

    Farol de São Vicente

    O Farol de São Vicente está localizado no Cabo de São Vicente. É um farol de 1846, mandado construir pela Rainha Maria II. No local além do farol tem um pequeno Museu (visitação paga) – não entramos. O estacionamento é tranquilo. A estrada entre a Praia do Beliche e o Farol é de pista simples, mas boa e muito bonita. Para quem passa pela Praia do Beliche vale dar uma esticada até o Cabo de São Vicente e o o farol.

    Estrada entre a Praia do Beliche e o Cabo de São Vicente
    Estrada entre a Praia do Beliche e o Cabo de São Vicente
    Cabo de São Vicente
    Farol e Museu de São Vicente

    Saindo do Farol fomos para cidade procurar um restaurante para almoçar – não tínhamos nenhuma referência e, como o movimento na cidade era muito pequeno, estava tudo fechado, e tivemos dificuldade para encontrar um local para almoçar. Ficamos no A Grelha. Restaurante simples, limpo, confortável e atendimento familiar, porém, o serviço foi muito demorado e achei o preço um pouco alto pelo que foi servido. Atualizando o blog verifiquei que este restaurante fechou.

    Depois do restaurante demos um pequena volta de carro até o fim da rua chegando em um porto de pesca com uma bonita vista.

    Restaurante A Grelha
    Posto de Pesca Baleeira

    Fortaleza de Sagres

    Nosso último passeio em Sagres foi a Fortaleza de Sagres (apenas a 2 km do restaurante em que almoçamos). Foi muito rápido, pois não entramos no Forte – a visita é paga (preços). Parecia ser interessante, mas ainda queríamos conhecer Portimão e Albufeira e se entrássemos não daria tempo.

    Fortaleza de Sagres
    Fortaleza de Sagres

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Ultimas Postagens

    ver todas

      Roteiro de Bike – Passadiço Ribeirinho de Loures – Lisboa (Portugal)

      Passadiço Ribeirinho de Loures O Passadiço Ribeirinho de Loures é uma passarela de madeira, do tipo palafita, às margens do Rio Tejo, sobre uma zona de sapais e lodaçais, destinada a pedestres e bicicletas, com de 6,15 km de extensão. Começa em Bobadela, na Ponte Ciclo pedonal do Rio Trancão (a 1,5 km da Ponte Vasco da […]

        Brasília na Trilha – 10 anos

        Diário de viagem Há dez anos surgia a inspiração para a criação do blog Brasília na Trilha. A ideia nasceu quando estávamos a caminho de Diamantina – MG, para uma aventura em veículo 4×4, com minha esposa e nossos filhos, além de outros amigos também em carros 4×4. Pensamos em registrar esta e outras viagens […]

          Diamantina – MG

          Brasília na Trilha – 10 anos Diário de viagem Há dez anos surgia a inspiração para a criação do blog Brasília na Trilha. A ideia nasceu quando estávamos a caminho de Diamantina – MG, para uma aventura em veículo 4×4, com minha esposa e nossos filhos, além de outros amigos também em carros 4×4. Pensamos […]

            Caminhada Costeira Coogee a Bondi – Sydney (Austrália)

            Coastal Walkway (caminhada costeira) é o percurso realizado a pé pela costa leste australiana entre as praias de Coogee e a badalada Bondi ou vice-versa (links de posts do Brasília na Trilha). O trecho de uma praia à outra é de 6 km, simplesmente fantástico, imperdível. Gastamos 3 horas para percorrer todo o percurso, parando […]

              Bondi Beach – Sydney (Austrália)

              Bondi (originalmente Boondi, pronuncia-se “Bon-dai”) dá nome ao bairro e à praia, uma das mais badaladas da região metropolitana de Sydney, localizada a apenas 7 km da área central da cidade. Bondi, North Bondi e Bondi Junction têm menos de 12 mil habitantes e formam um dos maiores centros comerciais e residenciais de Sydney. Há […]

                Coogee Beach – Sydney (Austrália)

                Coogee Beach foi a terceira e última praia de Sydney que conhecemos, em nosso quarto dia de Sydney (5 de setembro de 2023). Era inverno, mas o dia estava ensolarado, ótimo para caminhar pela praia, pela calçada da orla e para percorrer a costa entre Coogee e Bondi. Estava ventando menos e foi possível ficar […]