Contraste
  • Aumentar fonte
  • A+
  • Diminuir fonte
    A-

    Museu Nacional de Arqueologia – Lisboa (Portugal)

    O Museu Nacional de Arqueologia – MNA, está localizado na Freguesia de Santa Maria de Belém, na Praça do Império. O Museu ocupa a fachada frontal do Mosteiro dos Jerônimos, que é voltada para Praça do Império. Ele está entre a entrada do Museu da Marinha e a entrada do Mosteiro dos Jerônimos.

    Infelizmente, a região de Belém não é atendida por metrô. As opções de transporte são ônibus, o elétrico 15, trem (Estação Belém), taxi ou ainda o tranporte por aplicativo (app). Todas as vezes fomos de carro para Belém (alugado ou de transporte por aplicativo). Como já mencionei no blog, não vale a pena alugar carro para transitar por Lisboa.

    Quando programar sua visita ao Museu de Arqueologia não se esqueça de que Belém é repleta de locais para conhecer e com certeza vai precisar de uns três dias para visitar o principal, se for entrar em todos os museus e jardins, como o Jardim Botânico. A região é muito rica.

    O MNA é o principal museu arqueológico de Portugal, foi fundado em 1893 por iniciativa de José Leite de Vasconcelos. Desde 1903 o Museu está instalado nos antigos dormitórios do Mosteiro dos Jerônimos.

    Museu Nacional de Arqueologia
    Museu Nacional de Arqueologia

    O acervo do MNA reúne as coleções iniciais de seu fundador, José Leite de Vasconcellos, e de Estácio da Veiga, além de outras coleções provenientes de departamentos do Estado e de outros arqueólogos.

    Atualmente o MNA tem vestígios de cerca de 3.200 sítios arqueológicos. Conta com a maior coleção de mosaicos romanos em museus portugueses, vindos em sua maioria do sul do país, bem como com uma expressiva coleção de Etnografia Portuguesa e Africana.

    As coleções são compostas de Artefactos Metálicos, Esculturas, Mosaicos, Ourivesaria, Epigrafia, Numismática e Medalhística, Antiguidades Egípcias, Antiguidades Greco-Itálicas, Etnografia, Ânforas, entre outras.

    O MNA tem exposição temporária e permanente (Tesouros da Arqueologia Portuguesa, Antiguidades Egípcias). Para conhecer detalhes, consulte o site do Museu.

    Nós visitamos o Museu no dia 18 de abril, data em que é comemorado o “Dia Internacional dos Monumentos e Sítios”, instituído em 18 de abril de 1982. Neste dia, a entrada a este e a outros museus é gratuita.

    Visitamos o museu em 2022 e consultando agora o site do Museu consta a informação que ele foi fechado exatamente no mesmo dia para remodelação e só abrirá novamente em 2025.

    O Museu é relativamente pequeno, em pouco mais de 30 minutos é possível visitá-lo. Não vou informar aqui horários, preço dos ingressos e outros detalhes, pois até a reabertura muita coisa pode mudar.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Ultimas Postagens

    ver todas

      Roteiro de Bike – Passadiço Ribeirinho de Loures – Lisboa (Portugal)

      Passadiço Ribeirinho de Loures O Passadiço Ribeirinho de Loures é uma passarela de madeira, do tipo palafita, às margens do Rio Tejo, sobre uma zona de sapais e lodaçais, destinada a pedestres e bicicletas, com de 6,15 km de extensão. Começa em Bobadela, na Ponte Ciclo pedonal do Rio Trancão (a 1,5 km da Ponte Vasco da […]

        Brasília na Trilha – 10 anos

        Diário de viagem Há dez anos surgia a inspiração para a criação do blog Brasília na Trilha. A ideia nasceu quando estávamos a caminho de Diamantina – MG, para uma aventura em veículo 4×4, com minha esposa e nossos filhos, além de outros amigos também em carros 4×4. Pensamos em registrar esta e outras viagens […]

          Diamantina – MG

          Brasília na Trilha – 10 anos Diário de viagem Há dez anos surgia a inspiração para a criação do blog Brasília na Trilha. A ideia nasceu quando estávamos a caminho de Diamantina – MG, para uma aventura em veículo 4×4, com minha esposa e nossos filhos, além de outros amigos também em carros 4×4. Pensamos […]

            Caminhada Costeira Coogee a Bondi – Sydney (Austrália)

            Coastal Walkway (caminhada costeira) é o percurso realizado a pé pela costa leste australiana entre as praias de Coogee e a badalada Bondi ou vice-versa (links de posts do Brasília na Trilha). O trecho de uma praia à outra é de 6 km, simplesmente fantástico, imperdível. Gastamos 3 horas para percorrer todo o percurso, parando […]

              Bondi Beach – Sydney (Austrália)

              Bondi (originalmente Boondi, pronuncia-se “Bon-dai”) dá nome ao bairro e à praia, uma das mais badaladas da região metropolitana de Sydney, localizada a apenas 7 km da área central da cidade. Bondi, North Bondi e Bondi Junction têm menos de 12 mil habitantes e formam um dos maiores centros comerciais e residenciais de Sydney. Há […]

                Coogee Beach – Sydney (Austrália)

                Coogee Beach foi a terceira e última praia de Sydney que conhecemos, em nosso quarto dia de Sydney (5 de setembro de 2023). Era inverno, mas o dia estava ensolarado, ótimo para caminhar pela praia, pela calçada da orla e para percorrer a costa entre Coogee e Bondi. Estava ventando menos e foi possível ficar […]